Arquivo do mês: fevereiro 2011

Torre Eifebem

Escultura com cadeiras

Garotos da UIP-7  e Raphael Escobar

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Ae galera, pra quem nao sabe, segue o campeonato nacional de b.boys(dança de rua) que realizo todo ano na cidade de Itu/SP… la em breve os meninos que sairem da unidade de Sorocaba e outras unidades, que estiverem afim de competir, estarão sendo convidados numa serie especial. aguarde noticias

Molek Freak


Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Racismo no Banco do Brasil

Artigo publicado no blog do poeta Sergio Vaz

LUCIANO DIMIS DA SILVA foi à agência do BANCO DO BRASIL, situada à Rua Rego Freitas, n. 530, República, São Paulo-SP, no dia 09 de fevereiro de 2011, por volta das 14h30, para descontar seu salário pago em cheque pela Ação Educativa no valor de R$ 504,00 (quinhentos e quatro reais). Na porta giratória que dá acesso aos caixas do Banco – onde descontaria o cheque e receberia o dinheiro em espécie – foi diversas vezes barrado: não havia armário para colocar sua mochila, em que levava um computador portátil (Laptop).

Após abrir várias vezes a mochila, todos os bolsos e mostrar que não levava nenhum objeto que oferecesse risco à segurança do banco, os seguranças ainda assim o impediram de entrar. Enquanto estava com a mochila apoiada no chão e aberta, a segurança feminina que estava ao seu lado chamou um Policial Militar que passava fora da agência.
O Policial Militar, por sua vez, revistou novamente sua mochila, onde não achou nada. Após LUCIANO DIMIS DA SILVA perguntar para o PM se ele podia entrar na agência, ele disse “vamos para o canto para eu te revistar”.

Determinou arbitrariamente que ele fosse até a parede e colocasse suas mãos na cabeça, quando o revistou, no saguão interno do banco, ao lado dos caixas. No canto, disse em tom agressivo, com o dedo em sua cara, coisas do tipo: “Você precisa me respeitar!”, “Coloca a mão para trás!”, “Cala a boca!”, “Se eu quiser, se eu mandar, eu posso até te deixar pelado aqui!”, “Só fala depois de mim; cala a boca!”, “Se você não calar a boca, eu vou te algemar aqui!”. Neste momento, sentou-se no chão, pois suas pernas estavam trêmulas, e continuava recebendo ordens e “lições de moral” do Policial.

Após todo esse embate, LUCIANO não tentou mais entrar no Banco, nem receber o dinheiro de seu cheque, o que está provado pela cópia que acompanha este documento. O Policial Militar disse: “isso aqui não problema de cor, de religião, nem de nada.” ao que o LUCIANO respondeu:
“Quem está falando em cor aqui é o senhor!”. Saiu do banco humilhado e atordoado, esqueceu seu RG, que estava com o Policial, e que teve que voltar para pegar.

O impedimento de entrar no Banco seguido das inúmeras humilhações às quais foi submetido são completamente injustificados – dado que ele não levava nenhuma arma ou instrumento que pudesse colocar o Banco em risco – e não se negou a abrir a sua mochila para mostrar o conteúdo.
* Se ele não oferecia nenhum risco a segurança do banco, já que não estava armado, por que foi proibido de entrar? Racismo! *

Matéria por: Rafaela de Oliveira, da equipe do portal Voz da Rua

Na útima quarta-feira, 09 de fevereiro, o VozdaRua e vários outros sites e blogs ligados a Cultura Negra publicaram um vídeo onde o Poeta e Mc James Bantu faz um breve relato sobre ter sido impedido de utilizar os serviços do Banco do Brasil, sendo impedido de entrar na instituição sem nenhum motivo aparente.

O músico por meio de uma convocação pela internet repercutida por importantes nomes dentro da cultura negra como o poeta Sergio Vaz e o escritor Alessandro Buzzo, diversas pessoas compareceram a agência no dia seguinte junto com Bantu, não só buscar o que lhe era de direito, o valor de um cheque a ser descontado, mas também respostas para a inexplicável situação vivenciada por ele no dia anterior.

O VozdaRua esteve presente no manifesto, não havia multidões, é verdade. Porém o calor humano, a união não somente física. Mas também ideológica era enxergada a distância e nítida no semblante de todos os presentes todos ali concordavam que se aquilo foi um ato de racismo não poderia ter aconteceido e jamais deveria se repetir.

Lembre-se: Ser Livre sozinho é uma falsa alusão de liberdade, o que vemos hoje é somente uma versão acinzentada do que sempre foi!!! R.E.A.J.A

Ao sair do Banco, ainda bastante emocionado com o apoio dos presentes, James Bantu concordou em conceder um depoimento ao VozdaRua. Assista e multiplique!!!

Parte I

Parte II

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Oficia de Capoeria Angola – Mestra Janja

oficina neste domingo no Nzinga!
visite o site: http://nzinga.org.br/pt-br/acontece

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

curso Projeto Quixote

O Projeto Quixote convida para seu novo curso:
“O trabalho psicossocial em organizações do terceiro setor: manejos com crianças, adolescentes e famílias em situação de vulnerabilidade social”

Mais informações na imagem abaixo.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

aviso: sem formação dia 11/fev

Olá a todos!

Sexta-feira agora, dia 11 de fevereiro não teremos a habitual formação dos arte-educadores.
Isso porque é um dia que está dentro da programação da formação do Cenpec, com a equipe técnica de todos os projetos. Assim, o pessoal da coordenação do nosso projeto estará ocupado, bem como os espaços.

Pra essa sexta, não haverá encontro, mas sim, lição de casa:
É importante o amadurecimento individual dos planejamentos desenvolvidos em grupo, principalmente pra galera de Artes Visuais.
É preciso pensar nos materiais necessários, etc.
Qualquer coisa, é só falarem…

Voltamos ao Cenpec normalmente dia 18 de fevereiro, certo?

Beijos e abraços,

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Tony Sagga 06/fev

 

Salve!

Amanhã (domingo) tem apresentação do Tony em Guarulhos.
quem tiver de boa é só chegar e prestigiar!!!

www.myspace.com/tonysagga

1 comentário

Arquivado em Uncategorized